shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00
View Cart Check Out

Devils  vs Navigators

Momentos antes do coin toss.

14-41: DERROTA EM CAPICUA NÃO COLOCA ASPIRAÇÕES EM CAUSA

34-6 e 7-8, foram estes os parciais da primeira e segunda parte do duelo entre os Lisboa Devils e os Lisboa Navigators, culminando na vitória por 41-14 dos actuais campeões nacionais. Com algumas baixas importantes na equipa e apesar de se apresentarem em bom plano, os Lisboa Devils entraram na partida com dificuldades em suster o ataque navegador, cuja eficácia levou a um 19-0 no final do primeiro quarto.

O próprio ataque da nossa equipa levou algum tempo a encontrar-se mas a verdade é que fechou a primeira parte a chave de ouro, com um primeiro grande passe (mais de 30 jardas) do quarterback Bernardo Solipa para Bruno Cardoso, uma dupla que já por várias ocasiões demonstrou sintonia constante, e que garantiu boa progressão no terreno dos Navigators. Na jogada seguinte, novo passe mas desta vez para o tight-end Frederico Rivera, e estava assim inaugurado o marcador da equipa da casa, com o ponto extra a não ser bem convertido.

Um jogo diferente na segunda parte

Depois do intervalo, onde os Lisboa Navigators foram a vencer por 34-6, o jogo foi de sentido único com os Devils a procurarem reduzir a desvantagem de 4 touchdowns. Tarefa difícil, dada a diferença de experiência dos dois planteis, mas a nossa equipa nunca deitou a toalha ao chão. Num jogo interessante e a dada altura apimentado por picardias entre jogadores e onde algumas decisões da equipa de arbitragem prejudicaram o desenrolar da partida, o terceiro quarto ficou com o marcador em branco.

Já no último quarto da partida os Lisboa Devils voltaram a mexer no marcador, em novo entendimento entre quarterback e receiver, com Bruno Cardoso a marcar touchdown após excelente passe. Na conversão dos dois pontos, Bernando Solipa não claudicou perante a melhor defesa do campeonato e ao melhor estilo de slalom ultrapassou vários jogadores adversários até entrar na endzone dos campeões nacionais.

No drive seguinte os campeões nacionais marcam novo touchdown, estabelecendo o resultado final em 41-14.

A poucos segundos do final da partida, e numa altura em que tanto o Ataque como a Defesa dos Devils já actuavam com alguns jogadores menos utilizados, os Lisboa Navigators continuaram a carregar tendo sido parados por uma parede diabólica de rookies após sucessivas tentativas de corrida, com o defesa de primeiro ano Nuno Almeida a fazer a placagem definitiva e que fez soar o apito final, esgotados que estavam os instantes finais do jogo.

Em suma: passado um ano de termos sido derrotados por 77-0 pelo mesmo adversário, mais uma jornada que contribui para o crescimento dos Lisboa Devils frente ao melhor ataque e defesa português, com duas equipas com objectivos e curvas de evolução distintos a darem um bom espectáculo ao público presente no campo do Sport Lisboa e Olivais.

Com este resultado, os Lisboa Devils mantém-se nos lugares que dão acesso aos playoffs, jogando os próximos jogos contra Algarve Sharks (duas vezes), Crusaders CFA e Algarve Pirates.

Convocados

ATAQUE

André Costa, André Cunha, Bernardo Solipa, Bruno Cardoso, Bruno Pereira, Jerónimo Yengadi, Diogo Cassiano, Filipe Conceição, Frederico Rivera, Luís Abreu, Marlon Cassamá, Miguel Miranda, Miguel Valente, Ricardo Costa, Ricardo Fonte, Ricardo Jaquité, Rui Rodrigues, Luis Reis, Pedro Flores, Rafael Pacheco, Willian La’Prado, Pedro Guerreiro.

DEFESA

Afonso Almeida, André Amorim, André Jesus, Aníbal Oliveira, António Estevão, Antoine Fernandez, Bruno Fonseca, David Martins, Dinu Buzut, Diogo Lopes, Fernando Cardoso, Frederico Martins, Ivo Nascimento, João Almeida, Lourenço Tavares, Luís Miguel Sepúlveda, Miguel Santos, Nuno Almeida, Paulo Fonseca, Pedro Fernandes e Ruben de Barros. 

Capitães: André Amorim, Bernardo Solipa, David Martins e Ivo Nascimento

Resumo do jogo (FA Portugal)